Faça Seu Próprio Batom – Batom Amorzinho

E aí, sereias? Já pensaram em fazer seu próprio batom? Pois bora falar sobre como fazer esse item de maquiagem que não sai da bolsa de muita genteCoracao13

Em batons convencionais, é muito comum o uso de ingredientes de origem animal, como o carmim, e a Cera Alba.

O carmim é extraído de um pequeno inseto, a colchonilha (Dactylopius coccus). A Cera Alba é a cera de abelha. E para quem ainda acredita que as abelhas não sofrem no processo de extração do mel, clica aqui.

Assim, por haver uma quantidade considerável de cosméticos com esses ingredientes em sua composição, o leque de opções veganas diminui bastante.

Acreditamos que a produção artesanal é uma maneira de evitar o crescimento da cadeia de exploração, seja esta animal ou humana. Além disso, existem muitas pessoas alérgicas à composição dos produtos industrializados, de maneira que fazer o seu próprio batom é se libertar da dependência da indústria também Coracao13

Durante a viagem para Pentecoste/CE, em visita ao Assentamento Barra do Leme, para conhecer o projeto Rebrotando Olhos D’água, conhecemos a @jessiegandara. Ela estava fazendo batons naturais super cheirosos e cremosos, e ensinou pra gente Emoji8.

A receita varia de acordo com a cor e textura final pretendidas. Consiste, basicamente, na mistura de óleo (óleo de coco), corante natural (urucum, canela, açaí), cera (cera de carnaúba) e opcionalmente, óleo essencial (óleo de lavanda).

E  que tal fazer o seu próprio batom em casa?

estrelaverdeBatom Amorzinho – Ingredientes:

1 colher (sopa) de cera de carnaúba;

2 colheres (sopa) de óleo de coco;

1 colher (chá) de urucum;

2 gotas de óleo essencial de lavanda (opcional);

estrelaverdebatom amorzinho – Preparo:

Preparando o batom

Derreta a cera em banho maria, em recipiente de cerâmica, alumínio ou vidro. Assim que derreter, adicione as 2 colheres de sopa do óleo de coco. Se desejar, é possível adicionar também um pouco de manteiga de cacau.

Ao final, coloque o urucum, o óleo essencial e misture.

Para armazenar, foi utilizada uma tampinha de garrafa pet, mas você pode reutilizar algum recipiente de maquiagem que caiba a mistura. Em pouco tempo o batom irá obter uma textura mais firme.

Batom prontinho <3

Esse batom é hidratante e resulta em uma cor que se aproxima do coral. Para obter outra coloração, é só substituir o urucum por um corante natural de sua preferencia, como cacau em pó, canela, açafrão, açaí e tantos outros.

Use a sua criatividade!

Sobre a duração, o batom é válido até que suas propriedades como cor, textura e odor se modifiquem, o que varia com o armazenamento e a frequência do uso.

 

Receita – Carne de Caju Morena Tropicana

A transição para o veganismo inclui, para muitas pessoas, a tentativa de substituir sensações que englobam textura, sabor e aroma. A carne de caju pode ajudar muito nesse período.

Nesta receita, essa busca encontra um final feliz para quem procura por uma opção que seja semelhante a recheios convencionais de tortas, coxinhas e afins.

Esse prato costuma ser chamado de “carne de caju”, mas ainda estou pensando em outro nome, um que não faça alusão a pedaços de seres sencientes.

Estamos abertas a dúvidas e sugestões, mas por enquanto, com vocês,  a carne de caju 

CARNE DE CAJU – INGREDIENTES:

8 cajus médios maduros;

Água;

Sal à gosto;

CARNE DE CAJU – PREPARO

Retire a pele dos cajus e esprema muito bem cada um, até tirar praticamente todo o suco. O suco é uma delícia, super docinho e pode ser armazenado na geladeira para consumir depois.

Corte as frutas, já sem a pele, em pedaços pequenos. Coloque em um recipiente e adicione cerca de 150 ml de água e, aproximadamente, duas colheres de sopa de sal. Mexa e reserve por cerca de 4 horas.

Pegue o caju e esprema muito bem e, novamente, adicione a mesma quantidade de água e sal. Reserve por mais 4 horas ou até de um dia para o outro, vai depender da sua pressa em fazer, mas quanto mais tempo ficar, mais gostoso o caju ficará.

Após o período decorrido, retire a água mais uma vez e está pronto para usar!

Gosto de desfiar e refogar com azeite, alho, limão, cebola, temperinhos e um pouco de sal, mas isso vai de acordo com a sua criatividade.

É importante que, após todo o processo descrito, o preparo final sofra algum tipo de cozimento, pois apenas a água e o sal adicionados não trazem um sabor de fato agradável. Quanto mais for possível desidratar a fruta, melhores serão os resultados ao final do processo.

bônus

Pela internet encontramos essa receita, e ela tá com uma cara muito lindaEmoji8

Receita de Casquinha de Siri de Carne de Caju!