MACARRONADA ZERO GLÚTEN AO MOLHO BRANCO

Quem aí ama uma massa?? Não é devido a intolerância ao glúten que ce vai ficar sem comer um macarrãozinho né? Essa receita é livre de glúten e, o principal, de crueldade animal <3 O substituto para o macarrão comum nesta receita, foi o Penne Integral de arroz. E, do contrário que muita gente pensa, o custo benefício desta receita é favorável, pois o pacote custou apenas 4,70 (usei o da marca Urbano). Normalmente, o que se usa para imitar o famoso “molho branco”, em receitas diversas, é a castanha de caju. Nuts no geral não são baratas, porém, essa receita vem com o que eu chamaria de bônus: a batata. A própria batatinha inglesa, um ícone gastronômico inigualável haha, afinal, desconheço que não goste de batata. E nesse caso, ela dá um volume maior ao molho, fazendo com que ele possa render muito mais e sem perder o sabor que as castanhas oferecem. Lembrando que a macarronada leva também o famoso molho de tomate que ensinamos aqui. Faça e se delicie <3

 

MACARRONADA ZERO GLÚTEN– INGREDIENTES:

Macarrão:

Um pacote de penne integral de arroz cozido e escorrido

 

Molho Branco:

Uma xícara e meia de purê de batata inglesa

Meia xícara de cenoura cozida amassada

Uma xícara de castanhas de caju demolhadas por uma hora

Vinte colheres de azeite, ou cerca de ¾ de xícara

Dois dentes de alho

Suco de um limão

Pimenta do Reino e orégano

Sal a gosto

 

MACARRONADA ZERO GLÚTEN – PREPARO:

Bata todos os ingredientes referentes ao molho branco no liquidificador, até que tudo fique bem homogêneo.

Unte uma travessa grande com azeite e coloque primeiro uma camada de molho de tomate. A segunda camada adicionada deve ser a do macarrão e, posteriormente, outra do molho de tomate, finalizando com uma camada de molho branco. Repita todo o processo até preencher toda a forma, finalizando com uma pitada de orégano. Leve ao forno médio por cerca de 20 minutos, até que o molho branco fique mais consistente, está pronto <3

Montagem, começando com o molho de tomate 🙂

 

Travessa utilizada.

 

Resultado final 😉

Receita – Carne de Caju Morena Tropicana

A transição para o veganismo inclui, para muitas pessoas, a tentativa de substituir sensações que englobam textura, sabor e aroma. A carne de caju pode ajudar muito nesse período.

Nesta receita, essa busca encontra um final feliz para quem procura por uma opção que seja semelhante a recheios convencionais de tortas, coxinhas e afins.

Esse prato costuma ser chamado de “carne de caju”, mas ainda estou pensando em outro nome, um que não faça alusão a pedaços de seres sencientes.

Estamos abertas a dúvidas e sugestões, mas por enquanto, com vocês,  a carne de caju 

CARNE DE CAJU – INGREDIENTES:

8 cajus médios maduros;

Água;

Sal à gosto;

CARNE DE CAJU – PREPARO

Retire a pele dos cajus e esprema muito bem cada um, até tirar praticamente todo o suco. O suco é uma delícia, super docinho e pode ser armazenado na geladeira para consumir depois.

Corte as frutas, já sem a pele, em pedaços pequenos. Coloque em um recipiente e adicione cerca de 150 ml de água e, aproximadamente, duas colheres de sopa de sal. Mexa e reserve por cerca de 4 horas.

Pegue o caju e esprema muito bem e, novamente, adicione a mesma quantidade de água e sal. Reserve por mais 4 horas ou até de um dia para o outro, vai depender da sua pressa em fazer, mas quanto mais tempo ficar, mais gostoso o caju ficará.

Após o período decorrido, retire a água mais uma vez e está pronto para usar!

Gosto de desfiar e refogar com azeite, alho, limão, cebola, temperinhos e um pouco de sal, mas isso vai de acordo com a sua criatividade.

É importante que, após todo o processo descrito, o preparo final sofra algum tipo de cozimento, pois apenas a água e o sal adicionados não trazem um sabor de fato agradável. Quanto mais for possível desidratar a fruta, melhores serão os resultados ao final do processo.

bônus

Pela internet encontramos essa receita, e ela tá com uma cara muito lindaEmoji8

Receita de Casquinha de Siri de Carne de Caju!